fbpx
00 34 91 005 42 79 brasil@escuelaelbs.lat
  • Español
  • 0 Item

    Nos últimos anos, a hipnose tornou-se uma ferramenta solicitada por muitas pessoas que querem superar um problema ou trauma que as impede de ter uma melhor qualidade de vida. É conhecida como hipnoterapia ou sugestão hipnótica, pois é um estado de transe em que se experimenta um foco de atenção mais intenso. Mas qual é esta técnica e qual é a razão pela qual as pessoas a usam tanto?

    Hoje vamos explicar tudo isto e alguns dos seus benefícios e efeitos quando aplicado por um terapeuta formado. Então, vamos ao que interessa!

    Para que serve a hipnose?

    Segundo a Associação Psicológica Americana (APA), a hipnose é um aumento da capacidade de responder a sugestões, aumentando o foco de atenção e reduzindo a perceção da informação periférica. É uma técnica antiga que tem sido validada em laboratórios, estudos controlados e técnicas de neuroimagem.

    A hipnoterapia é frequentemente utilizada para lidar com o stress e a ansiedade e para outras condições, incluindo:

    • Dor física: a hipnose ajuda a aliviar a dor causada por queimaduras, cancro, parto, fibromialgia, problemas articulares, procedimentos dentários ou dores de cabeça.
    • Falta de ar: sintomas de rubor quente relacionados com a menopausa podem ser aliviados com hipnose.
    • Distúrbios comportamentais: A hipnoterapia tem sido utilizada com sucesso no tratamento da insónia, depressão, sobreaquecimento e tabagismo.
    • Perturbações da saúde mental: pode ajudar a tratar sintomas de ansiedade, fobias e distúrbios de stress pós-traumático.

    O que a hipnose permite?

    Quando uma pessoa está em hipnose, é mais flexível para mudar o seu comportamento, pensamentos e crenças, tornando o processo terapêutico mais fácil. Isto facilita que os objetivos da terapia sejam alcançados mais rapidamente, uma vez que a hipnose atua como um recurso facilitador para alcançar os resultados que a pessoa deseja.

    Consegue imaginar estar num estado de calma e relaxamento numa questão de segundos, conseguir lidar com questões que lhe causam conflitos num estado de completo relaxamento? A hipnose ajuda-o a enfrentar os seus problemas sem se aborrecer e a criar no momento recursos que poderá utilizar mais tarde na sua vida.

    Qual é a base da hipnose?

    De uma perspetiva clínica, a hipnose pode ser considerada como o grupo de técnicas que utilizam a sugestão de uma forma formal para provocar mudanças no comportamento das pessoas. E aqui chegamos a questão.

    A base fundamental da hipnose é a sugestão, que consiste nas respostas dos hipnotizados às sugestões do hipnotizador. No processo hipnótico, o paciente segue as sugestões que lhe são dadas, deixando o hipnotizador em total controlo do seu comportamento.

    Na terapia cognitiva-comportamental, são feitas sugestões que poderiam ser pensadas como sugestões. Por exemplo, sugere-se aos pacientes que alterem certos comportamentos. Para tal são utilizadas sugestões diretas ou metáforas indiretas.

    Elementos de hipnoterapia

    Ao fazer hipnose, o terapeuta explica o processo e discute os objetivos do tratamento. Depois, o terapeuta fala num tom suave e descreve imagens que geram uma sensação de relaxamento e bem-estar.

    Quando a pessoa está num estado recetivo, o terapeuta sugere formas de alcançar os seus objetivos, tais como reduzir a dor ou eliminar um vício. O terapeuta pode também ajudá-lo a visualizar imagens mentais que sejam significativas para si à medida que alcança os seus objetivos. No final da sessão, é possível sair da hipnose sozinho, ou o terapeuta pode ajudá-lo a sair do estado relaxado.

    Assim, há certos elementos fundamentais neste processo que explicamos a seguir.

    Consentimento

    Toda a terapia requer o consentimento tanto da pessoa como do terapeuta. Ao dar o consentimento, o paciente pode mais facilmente entrar num estado hipnótico em que a consciência é menos crítica e modificada, já não controlando a realidade circundante.

    De tal forma, a sua consciência torna-se mais permeável. Por outras palavras, permite que o inconsciente aceite uma nova mensagem mais adaptada à sua realidade e as experiências negativas do passado não influenciam a tomada de decisões do presente.

    Fixação

    A fixação é onde o paciente vai colocar o foco principal da atenção. Com esta fixação da sua perceção, indicam implicitamente que consentem a sugestão do terapeuta e saturam a sua consciência. Quando estas perceções são fixadas interiormente, o controlo da consciência do paciente coincide com o controlo das induções. Assim, é feita uma ligação entre o terapeuta e o paciente.

    A partir deste momento, o paciente relaciona o terapeuta como a sua consciência. Por outras palavras, o paciente percebe como o seu ouvindo do terapeuta e fá-lo inconscientemente.

    Sugestão

    Como já mencionámos, a sugestão é o elemento indispensável na indução hipnótica. A sugestão é uma mensagem onde a forma como é comunicada é mais importante do que o conteúdo da mensagem. Portanto, o ritmo da voz e o tom são os fatores sugestivos da mensagem.

    Além disso, o simbolismo da sugestão deve ser consistente com o quadro de referência do paciente. O paciente deve sentir-se como se estivesse em casa.

    Onde aprender com a hipnose?

    Se quiser aprender em profundidade sobre o processo hipnótico, recomendamos o Mestrado em Psicologia Holística. No seu pacote de formação encontrará uma unidade completa relacionada com a hipnose onde poderá aprender os seguintes conceitos:

    • Fundamentos da hipnose.
    • Teorias da hipnose.
    • Transe hipnótico e respostas ideodinâmicas.
    • Mitos de hipnose.
    • Leis da sugestão.
    • Linguagem hipnótica.
    • Comunicação verbal sugestiva.
    • Questões estratégicas e linguagem evocativa.
    • Fases da hipnose.
    • Reorientação ou saída.

    Além disso, estudará o conhecimento sobre o ser humano e realizará um estudo sobre o ser humano a partir da totalidade do seu ser. Incluindo o estudo do comportamento, cognição e espiritualidade do indivíduo para alcançar um conhecimento completo e completo do mesmo..

    Deseja mais informações? Não hesite em contactar-nos e começar a complementar a sua carreira profissional.